PROEX

PROEX

Pró-Reitoria de Extensão

Projeto de extensão ajuda produtores de Lagoa Seca a desenvolver gêneros artesanais de derivados lácteos

20 de julho de 2022
Projeto de extensão ajuda produtores de Lagoa Seca a desenvolver gêneros artesanais de derivados lácteosProjeto de extensão ajuda produtores de Lagoa Seca a desenvolver gêneros artesanais de derivados lácteos

20 de julho de 2022

Um projeto de extensão desenvolvido por duas professoras do curso técnico em Agroindústria do Centro de Ciências Agrárias e Ambientais (CCAA), Câmpus II da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Lagoa Seca, tem ajudado os pequenos produtores da região no processamento artesanal de derivados lácteos.

A iniciativa, coordenada pelas professoras Patricia Maria de Araújo Gomes e Deise Souza de Castro, e vinculada à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), visa oportunizar uma nova alternativa de geração de renda para as famílias rurais contribuindo com o desenvolvimento local. Como parte da ação do projeto, foi realizado na segunda (18) e terça-feira (19), no Complexo Agroindustrial da Escola Agrícola Assis Chateaubriand, uma capacitação para pequenos produtores rurais para o processamento de derivados lácteos em escala artesanal do município de Lagoa Seca.

Ao todo, a iniciativa contou com a participação de 12 produtores rurais que foram previamente selecionados de acordo com o perfil para participação do projeto. Além das duas professoras envolvidas no projeto, a capacitação contou com a participação do aluno extensionista Antônio José Alves da Silva Santos.

“A importância de capacitar os pequenos produtores rurais se dá em virtude de propiciar a disponibilidade de informações acerca do processamento artesanal de derivados lácteos, contribuindo para a melhoria na qualidade da oferta destes produtos ao longo de toda cadeia produtiva. Através da ampliação do potencial de comercialização dos pequenos produtores de leite, orientamos os participantes acerca da transformação do leite em derivados lácteos padronizados e seguros”, destacou a professora Patrícia Maria.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação