PROAD

PROAD

Pró-Reitoria de Gestão Administrativa

PROAD realiza trabalho de recuperação de móveis em todos os câmpus da Instituição

6 de setembro de 2021
PROAD realiza trabalho de recuperação de móveis em todos os câmpus da Instituição

6 de setembro de 2021

A Pró-Reitoria de Gestão Administrativa (PROAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está realizando um trabalho de recuperação de móveis nos 8 câmpus da Instituição. Os objetos que estavam desgastados pelo tempo, estão sendo recuperados. Cadeiras, sofás e longarinas de quatro lugares são alguns dos equipamentos que estão ganhando uma nova forma e retornando para os Centros de Ensino da Universidade.

De acordo com o pró-reitor de Administração, professor Ricardo Soares, o trabalho, iniciado há cerca de três meses já conseguiu reformular diversos móveis que estavam sem condições de uso. Somente no mês de junho deste ano foram recuperados 53 móveis, em julho 47, e agosto 37, totalizando 137 equipamentos prontos para voltar a ser usados pela comunidade universitária.

Os móveis reformulados são do Centro de Ciências Biológicas da Saúde (CCBS), principalmente dos Departamentos de Fisioterapia e Odontologia; da Biblioteca Central; e da Central de Integração Acadêmica. Também foram recuperadas várias unidades do Câmpus VIII em Araruna, Câmpus VII em Patos; Câmpus III em Guarabira, e Campus II em Lagoa Seca.

Os serviços de recuperação dos móveis estão sendo executados pelos profissionais contratados pela PROAD, e do projeto Cidadania e Liberdade, da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP). O professor Ricardo já solicitou da Reitoria a renovação da prestação dos serviços de estofamento para mais dois meses, com o objetivo de terminar os serviços pendentes. De acordo com ele, a autorização já foi concedida.

O professor Ricardo Soares ainda explicou que os câmpus IV e VI não foram atendidos, mas a PROAD já solicitou levantamento das demandas para iniciar os trabalhos. “Também estamos com sofás e cadeiras do Câmpus de João Pessoa para serem reformados, assim como temos ainda pendências na Central de Aulas e do CCBS que estão fazendo levantamentos dos quantitativos”, explicou.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação/PROAD