PRPGP

PRPGP

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

UEPB começa elaborar proposta de Doutorado Profissional em Ensino de Ciências e Educação Matemática

12 de setembro de 2017

A área de pós-graduação da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) poderá, em breve, ganhar um novo curso na área de Matemática. A proposta de criação do primeiro Doutorado Profissional em Ensino de Ciências e Educação Matemática da região já está em fase de elaboração, através do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática (PPGECEM), que já conta com os mestrados Acadêmico e Profissional, este último avaliado anteriormente com nota 4 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Diante do bom desempenho do Mestrado Profissional, a Instituição resolveu investir na proposta do Doutorado. Como forma de nortear a proposta, integrantes da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, juntamente com a coordenação do PPGECEM, se reuniu na manhã desta terça-feira (12) com a professora Hilda Helena Sovierzoski, integrante da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e coordenadora adjunta da Capes da área de avaliação dos Mestrados Profissionais.

A reunião contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, professora Maria José Lima; dos coordenadores do PPGECEM, José Joelson Pimentel de Almeida e Márcia Adelino da Silva Dias, além do professor Germano Veras e do chefe do Departamento de Química, Francisco Dantas. Durante a reunião foram apresentados dados que favorecem a implantação do Doutorado, bem como estabelecidas metaspara atender as exigências da Capes.

A pró-reitora Maria José Lima ressaltou que a UEPB reúne as condições para ter o seu Doutorado Profissional em Ensino de Ciências e Educação Matemática. Ela ressaltou que a Capes só aprova o Doutorado se a instituição tiver, no mínimo, a nota 4 no Mestrado, o que a Universidade espera se confirmar na próxima sexta-feira, quando sairá o resultado da avaliação quadrienal da Capes. A modalidade de Doutorado Profissional na área de Ensino de Ciências e Educação Matemática é novo no país e as instituições que pretendem implantar o curso têm até o final de outubro para apresentar a proposta. Antes de seguir para a Capes, a proposta terá que passar pela PRPGP, pelo Conselho Universitário (Consuni) e pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) para ser avaliada em seu viés pedagógico.

Consultora da Capes, a professora Hilda Sovierzoski destacou que “a UEPB tem todas as condições de apresentar uma boa proposta. Acredito que essa será a primeira proposta no Nordeste a ser lançada”. Ela ressaltou que o conceito 4 no Mestrado Profissional já habilita a UEPB a pensar em implantar o seu Doutorado em Matemática. A professora disse ainda que ficou animada ao saber que a proposta tem total apoio da Administração Central da Instituição.

Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática, o professor Joelson Pimentel disse que está animado com a possível implantação do Doutorado. Diante da análise que a coordenação do programa já fez dos indicadores dos mestrados Profissional e Acadêmico, e vendo a produção acadêmica dos alunos e dos professores, o professor acredita que a UEPB terá condições de apresentar a proposta em outubro. As perspectivas, segundo ele, são as melhores. “Esses indicadores nos permitem dizer que, provavelmente, o resultado será positivo, o que nos habilita a apresentar a proposta do Doutorado”, concluiu.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão