PRPGP

PRPGP

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Revista editada por docentes da UEPB e UFPE alcança maior índice de impacto entre publicações latino-americanas

4 de junho de 2018

A revista “Ethnobiology and Conservation” (Etnobiologia e Conservação), fundada e editada pelos professores Rômulo Alves, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), e Ulysses Albuquerque, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), obteve bom desempenho no CiteScore, métrica desenvolvida pela Scopus, base de dados da Elsevier, que estabelece o impacto das citações nos periódicos revisados por pares. O cálculo é feito considerando a contagem de todas as citações recebidas por um artigo em um ano, dividida pelo número de artigos publicados pela revista nos três anos anteriores.

O mais recente CiteScore foi lançado na última sexta-feira, 1º de junho, refletindo a atividade de citação em 2017 para artigos publicados durante os três anos anteriores. Mais de 23.350 títulos abrangendo 330 disciplinas estão classificados em oito indicadores, que fazem parte do CiteScore Metrics. Entre eles estão CiteScore, CiteScore Tracker, CiteScore Percentile, CiteScore Quartiles, CiteScore Rank, Citation Count, Document Count e Percentage Cited. Todos os cálculos são transparentes e reproduzíveis.

A revista Ethnobiology and Conservation alcançou um CiteScore de 3,77. Esse é o maior valor entre as revistas da América Latina, de todas as áreas acadêmicas. Também coloca Ethnobiology and Conservation entre as “Top 10%” do mundo, considerando as categorias nas quais a revista está inserida, sendo a terceira de um total de 313 publicações na área “Anthropology” (Antropologia), sétima entre 367 na área “Animal Science and Zoology” (Zootecnia e Zoologia Animal), 30ª entre 389 na área “Plant Science” (Ciência Vegetal), 10ª entre 124 na área “Nature and Landscape Conservation” (Conservação da Natureza e Paisagem) e 29ª entre 306 na área “Ecology” (Ecologia).

Sobre a Revista

Ethnobiology and Conservation publica contribuições originais em todos os campos da Etnobiologia e Conservação da Natureza. Fazem parte do escopo da revista as contribuições envolvendo conhecimento ecológico tradicional, ecologia humana, etnoecologia, etnofarmacologia e antropologia ecológica, história e filosofia da ciência. Contribuições na área da Conservação da Natureza podem envolver pesquisas que normalmente se situam no campo dos estudos ecológicos tradicionais, como também em biologia vegetal e animal, etologia, manejo de fauna e flora, aspectos éticos e legais voltados para a conservação da biodiversidade. Todos os textos devem explicitamente enfocar a sua contribuição para a conservação da natureza.

Além da base Scopus, Ethnobiology and Conservation está registrada em outras bases de dados, como a Web of Science, Latindex, Index Copernicus, Google Scholar e GFMER. Outras informações sobre a revista estão disponíveis no link http://ethnobioconservation.com/index.php/ebc/index. A tabela do SJR 2017 pode ser consultada no link https://www.scimagojr.com/.