PROPLAN

PROPLAN

Pró-reitoria de Planejamento

Pró-reitorias da UEPB realizam prestação de contas da execução orçamentária de janeiro a maio de 2019

10 de junho de 2019

As pró-reitorias de Gestão Financeira (PROFIN), Planejamento e Orçamento (PROPLAN), Gestão de Pessoas (PROGEP), Gestão Administrativa (PROAD) e Infraestrutura (PROINFRA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realizaram, na manhã desta segunda-feira (10), a prestação de contas da execução orçamentária e financeira dos primeiros cinco meses do ano na Instituição.

A apresentação foi feita no Auditório do Departamento de Psicologia, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande, e teve transmissão ao vivo, em tempo real, pela TV UEPB. Os números, disponíveis no Portal da Transparência, foram apresentados pelos representantes de cada pró-reitoria, que mostraram a realidade financeira da Instituição entre janeiro e maio. Neles constam que as maiores despesas da Universidade são com pessoal e encargos.

De um orçamento total de R$ 329 milhões, dos quais, R$ 292,8 milhões da Fonte 112 (Governo do Estado), foram executados, até o momento, R$ 119.145,576,55. O maior gasto foi com a folha de pessoal. De um orçamento de R$ 247,7 milhões para esta finalidade, já foram empenhados R$ 101,4 milhões. A média mensal da folha, conforme dados da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, é de R$ 18 milhões. Apenas nos meses em que houve gastos com antecipação de 1/3 de férias e adiantamento do 13º salário, os valores ultrapassaram os R$ 19 milhões.

As despesas correntes nos primeiros cinco meses do ano totalizaram R$ 17.288.107,60 de um orçamento de R$ 41.614.149,00. As despesas de capital e investimentos somaram R$ 381.194,48 de um orçamento de R$ 3.482.800,00. O total de despesas fixas, que inclui o pagamento de água, energia elétrica e telefone, entre outros gastos foi de R$ 2.202.995,37. Em relação as receitas, até o momento a UEPB arrecadou R$ 6.111.635,51 principalmente com os concursos públicos organizados pela Comissão Permanente de Concursos (CPCon).

Durante a prestação de contas, foram apresentados números referentes as aposentadorias na Instituição nos últimos dois anos. No ano passado, 23 pessoas (a maioria professores) se aposentaram. Este ano, já foram concedidas 20 aposentadorias e 17 processos aguardam decisão da PROGEP. Os representantes da Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento reforçaram que o orçamento aprovado na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019 não é suficiente para cobrir todas as despesas da Universidade e, caso não haja uma suplementação até o final do ano, a Administração Central precisará adotar novas medidas de contenção.

A íntegra da prestação de contas pode ser conferida no Canal Rede UEPB, clicando AQUI.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Givaldo Cavalcanti