PROEX

PROEX

Pró-Reitoria de Extensão

Projeto de exibição de filmes em bairros de Campina Grande é destaque em site nacional sobre cinema

11 de junho de 2018

Concebido há 12 anos, o Cineclube Machado Bittencourt, projeto de extensão do Departamento de Comunicação (DECOM) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), foi destaque no site nacional “Melhor do Cinema”, pela iniciativa de levar exibições de filmes paraibanos gratuitos a bairros de Campina Grande. A matéria, publicada com destaque no site, mostrou detalhes e a logística empregada no projeto coordenado pelo professor Rômulo Azevedo e que envolve alunos de Jornalismo da UEPB. Iniciado no dia 12 de maio de 2018, o projeto de extensão “Cinema de Bairro” tem na equipe cinco bolsistas e cada um deles fica responsável pela exibição em um dia da semana.

Os trabalhos, conforme destacou a matéria, começam às 18h, com os preparativos para levar a estrutura da Universidade para a comunidade. Uma tela, uma caixa de som, um notebook e um retroprojetor são os equipamentos necessários para exibir os curtas-metragens produzidos por cineastas paraibanos para os campinenses. O cronograma é feito mensalmente e a cada dia o projeto circula em um bairro diferente.

Segundo Rômulo, posteriormente, haverá a elaboração de oficinas para criação de filmes pela própria comunidade. Até lá, os produtores que queiram submeter seus filmes ao catálogo do projeto devem entrar em contato com a equipe, através das redes sociais. Idealizador do projeto, professor Rômulo Azevedo destacou a importância da publicação, visto que o “Melhor do Cinema” é um dos sites mais acessados no Brasil para divulgar a sétima arte. Ele disse que ficou surpreso com a divulgação, o que mostra que a UEPB está no caminho certo ao divulgar e incentivar a exibição de filmes, não apenas no ambiente fechado, mas nas comunidades.

O projeto “Cinema de Bairro: difusão da produção audiovisual da Paraíba” está percorrendo, na primeira etapa, 22 bairros da cidade. Para isso, Rômulo Azevedo fez contato com a União Campinense das Equipes Sociais (UCES), que congrega mais de 80 Sociedades de Amigos de Bairros (SABs) de Campina Grande. Até o momento já receberam o projeto, as SABs do Jardim Borborema, Jardim Tavares, Centenário, Catolé, Santa Rosa, entre outros.

Rômulo Azevedo ressaltou que a Paraíba é o terceiro Estado do Nordeste que mais produz filmes de curta metragem, perdendo apenas para Pernambuco e Bahia. A maioria dos filmes produzidos na Paraíba, segundo ele, é patrocinado com verbas públicas, através de editais que são alicerçados em renúncia fiscal. Apesar de “financiar” as produções, o povo não tem acesso aos filmes e, muitas vezes, nem sabe que eles existem, porque os curtas geralmente são exibidos em salas fechadas, nos festivais ou em outros circuitos.

O Cineclube Machado Bitencourt foi criado em abril de 2006, no Departamento de Comunicação da UEPB, tendo à frente o professor Rômulo Azevedo. O projeto tem como objetivo exibir filmes nacionais e internacionais que estão fora do mercado, produções independentes e clássicos do cinema. As exibições acontecem em uma das salas da Central de Integração Acadêmica, no Câmpus de Bodocongó. Além disso, visa formar novas plateias, educar cinematograficamente os amantes da sétima arte, bem como incentivar a criação de um núcleo de cinema no DECOM para estudo e análise de filmes e tendências cinematográficas da contemporaneidade.

Texto: Severino Lopes