PROEX

PROEX

Pró-Reitoria de Extensão

Projeto de alunos do Câmpus VII da UEPB divulga mensalmente preço da cesta básica na cidade de Patos

14 de Março de 2017

Em tempos de crise, inflação alta e aperto financeiro, toda ferramenta que ajuda o consumidor a conter gastos e programar melhor o seu orçamento é bem-vinda. E foi com essa finalidade que um grupo de estudantes dos cursos de Computação e Administração, do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA), Câmpus VII da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Patos, desenvolveu um site com informações de dados coletados dos produtos que compõe a cesta básica e, com isso, auxiliam os consumidores a economizar na hora de ir às compras.

O site www.ipcpatos.com.br é resultado de um projeto de extensão coordenado pelo professor José Odilon Avelino da Cunha. O trabalho começa com a coleta de dados, que é feita pelos próprios estudantes de Administração em 39 estabelecimentos de Patos, entre supermercados, açougues e panificadoras. Os demais estudantes do curso de Computação atuam no CCEA realizando a análise dos dados coletados referentes a 12 itens da cesta básica, de modo a apontar o estabelecimento com os preços mais acessíveis e disponibilizar estas informações no site.

Na análise do mês de fevereiro, por exemplo, a pesquisa constatou que os produtos com maior variação de preço foram o feijão, a banana, a margarina e o tomate. Já os que tiveram menos variação foram pão, carne, óleo e açúcar. A variação de preço entre as cestas básicas com menor e maior preço na cidade de Patos foi de 61%. O menos preço foi encontrado a R$ 255,72 e o maior preço a R$ 412,13.

Os estudantes utilizam a mesma metodologia da cesta básica de alimentos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). No total, 17 estudantes estão envolvidos no projeto, que também conta com a ajuda de três professores, sendo dois de Computação e um de Administração.

Ao acessar o site, os consumidores encontram os nomes dos estabelecimentos, os preços dos itens pesquisados e as comparações com a mesma pesquisa realizada no mês anterior. Para facilitar a vida dos consumidores, os estudantes também desenvolveram um mapa da cidade de Patos que ajuda na localização dos estabelecimentos. Mensalmente é feita a coleta de dados e tabulação das informações que são lançadas no site para consulta pública.

Os estudantes envolvidos no projeto descobriram que muitos consumidores não têm o costume de fazer a pesquisa de preços nos estabelecimentos antes de efetuar as compras e o site facilita a vida desses consumidores que, através da página virtual, podem ter acesso às informações sem precisar sair de casa, observando as variações de preço de um estabelecimento para outro e passando a saber com antecedência onde ir para as compras economizando.