PROCULT

PROCULT

Pró-Reitoria de Cultura

Vencedor do prêmio Jabuti com livro escrito à mão apresenta obra no Museu de Arte Popular da Paraíba

11 de dezembro de 2018

Muitos nãos e a indiferença das editoras fizeram o poeta Mailson Furtado dar uma rasteira no mercado. Ele escreveu seu livro à mão, ilustrou a capa, editou, revisou e ainda vendeu 300 exemplares. O sacrifício foi recompensado de um jeito digno de romance ficcional, para um autor independente: o morador de Varjota, município localizado no Sertão do Ceará, simplesmente ganhou dois prêmios Jabuti, a mais tradicional premiação literária do Brasil. No próximo sábado (15), Mailson lançará no Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, o livro que o consagrou, “À Cidade”, a partir das 10h. A iniciativa é da Pró-Reitoria de Cultura (Procult) e do Projeto Tertúlia Itinerante. A entrada é franca.

O livro tem prefácio do teatrólogo Oswald Barroso e traz uma única poesia de 60 páginas. Nela, Mailson faz um registro literário da cidade onde mora e se criou, homenageando e invocando memórias afetivas e impressões de Varjota, que conta com pouco mais de 17 mil habitantes. Também compõe a publicação o ensaio “A cidade pelo arquivo dos pés”, assinado por Dércio Braúna, poeta e mestre em História pela Universidade Federal do Ceará (UFCE). A obra foi eleita não apenas a melhor em poesia, mas também o livro do ano, honraria máxima do Prêmio Jabuti, que, em 60 anos de existência, pela primeira vez contemplou um autor independente.

Filho de um agricultor e de uma dona de casa, Mailson vem de uma família humilde. Daí a ideia de formar-se em Odontologia para seguir trabalhando com Arte, que costuma ser pouco valorizada e mal paga. “À Cidade” é o terceiro livro de poesia dele. Os anteriores, “Sortimento” (2012), “Conto a Conto” (2013) e “Versos Pingados” (2014) foram, igualmente, produções bancadas pelo bolso do autor, assim como a mais recente, “Passeio Pelas Ruas de Mim e de Outros” (2018). Atualmente, Mailson Furtado se reveza entre seu consultório em Varjota, a Prefeitura de uma cidade vizinha, onde é concursado como Dentista, a companhia teatral que tem com a esposa, Yane Cordeiro, e a criação no âmbito das letras.

Tertúlia no “Dia dos Jabuti”

A professora do Departamento de Letras e Artes do Câmpus I da UEPB e da Escola Municipal Tertuliano Maciel, localizada em Queimadas (PB), Patrícia Rosas, que coordena o projeto “Desengaveta meu texto”, engrossará o “Dia dos Jabuti” no MAPP. Patrícia foi finalista do Prêmio este ano, na categoria Formação de Novos Leitores, com a Revista Tertúlia, que objetiva estimular práticas de leitura e escrita nas instituições públicas de ensino. O MAPP receberá o lançamento da 3ª edição da Revista, sendo que foi a 2ª a classificada no Jabuti. Aqueles que estarão no evento, sugerem os organizadores, devem confirmar presença AQUI.

Dentre os destaques da 3ª edição da Revista figuram o relato “A minha viagem para a copa da Rússia”, a resenha “Os livros que os alunos já leram e recomendam”, uma abordagem a respeito do Esporte e da Educação, ressaltando meios para uma aprendizagem mais significativa, o conto “A Lenda do Rei”, a crônica “A Humilhante Derrota do Brasil” e a reportagem “O amor e o judô – a vida do casal de judocas Raphael e Mikaelle”.

A Revista Tertúlia é dividida em três partes, que contemplam produções distintas. A primeira é direcionada à elaboração textual de alunos do Ensino Fundamental I e II e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), oriunda da Tertuliano Maciel (crônicas, contos, resenhas, paródias, poemas); a segunda é destinada aos professores da Escola, abrangendo variadas disciplinas; a terceira é aberta ao público e compreende a criação de estudantes, professores e escritores em geral. Com o Tertúlia Itinerante, a ação é descentralizada e expande suas ideias para outras paragens, sempre com o propósito de incentivar e conceber a inventividade.

Surgida em agosto de 2017, a Tertúlia já publicou 186 textos, feitos por 114 alunos e pode ser encontrada na versão impressa e digital. Esta última pode ser lida online, no endereço https://desengavetameutexto.org.

Serviço
O quê: Lançamento do livro “À Cidade”, de Mailson Furtado, e da 3ª edição da Revista Tertúlia, com a professora Patrícia Rosas
Quando: Sábado (15/12/18)
Hora: 10h
Onde: Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP), às margens do Açude Velho, em Campina Grande.
Entrada: Gratuita
Outras informações: (83) 3310-9738

Texto: Oziella Inocêncio
Imagem: Divulgação