PROCULT

PROCULT

Pró-Reitoria de Cultura

Pró-Reitoria de Cultura participa do 3° Curso Introdução à Literatura de Cordel em Guarabira

8 de maio de 2018


Na última sexta-feira (4), a Pró-Reitoria de Cultura (Procult) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) esteve presente nas atividades de culminância do 3° Curso Introdução à Literatura de Cordel, realizado no Memorial do Cordel José Camelo de Melo Resende, em Guarabira. O curso almeja manter a arte e o fazer poético do cordel bem vivos, além de fomentar as práticas culturais dos poetas cordelistas da região. A iniciativa é efetuada pela Secretaria de Cultura e Turismo de Guarabira.

O curso também busca perpetuar a transmissão dos saberes e fazeres dos mestres, fortalecendo a tradição e os ensinamentos de gerações de artistas populares e, sobretudo, a Literatura de Cordel enquanto patrimônio material e imaterial nordestino em vias de reconhecimento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Participaram do evento o pró-reitor de Cultura, professor José Cristóvão de Andrade, acompanhado dos curadores da área de Cordel do Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP), Joseilda Diniz, Alfrânio de Brito e da ativista cultural, Vanuza Lopes Vieira. Estiveram presentes todos os alunos e docentes integrantes do referido curso, juntamente com os poetas ministrantes das oficinas, os professores Chico Mulungu, Gilberto Baraúnas, Elias dos Santos, Vicente Barbosa, Valéria Barreto, Mariano Ferreira, Adriano Dias e João Pedro.

Para além do curso, o encontro em Guarabira orientou-se de forma a conhecer toda a riqueza do acervo do Memorial do Cordel e, igualmente, para oportunizar uma reunião de trabalho entre o pró-reitor de Cultura e o secretário de Cultura e Turismo, Percinaldo Toscano, objetivando a organização do 2º Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos, que ocorrerá em Guarabira, no dia 18 de maio, em parceria com a Secretaria.

Na culminância do evento foi apresentado o produto final do curso: um folheto coletivo de Literatura de Cordel. A obra contempla 44 estrofes em sextilhas, saídas da inspiração conjunta dos alunos, professores e poetas cordelistas envolvidos na prática. Na programação houve, ainda, diversas apresentações de cantadores, entrega de diplomas e distribuição de folhetos.