PROCULT

PROCULT

Pró-Reitoria de Cultura

Organização do 13º Comunicurtas UEPB inscreve voluntários para atuação nas equipes de apoio do festival

27 de setembro de 2018

A Coordenação Geral do 13º Festival Audiovisual de Campina Grande – Comunicurtas UEPB está com inscrições abertas para os interessados em atuar como voluntário nas equipes de apoio do evento. Para se inscrever, o interessado deve preencher, até o dia 3 de outubro, a ficha de inscrição disponível no tópico “Inscrições de Voluntários” no site www.uepb.edu.br/comunicurtasuepb.

Serão selecionadas pessoas para trabalharem durante os cinco dias do evento. Elas serão distribuídas nas áreas de Cerimonial, Oficinas, Técnica (som, luz, montagem estrutural, projeção dos vídeos), Júri, Logística e Receptivo (secretaria, logística de hospedagem, transporte e alimentação), Comunicação (assessoria de imprensa, divulgação, fotografias, rádio e vídeos) e Mesas Redondas/Debates.

Os inscritos e não selecionados vão compor um cadastro de reserva e podem ser chamados, se houver necessidade. O resultado da seleção será divulgado no site www.uepb.edu.br/comunicurtasuepb, no dia 5 de outubro, e após a divulgação os selecionados serão convocados para reuniões de organização dos trabalhos.

Ao final do festival, o voluntário receberá um certificado com carga horária e descrição do trabalho realizado. A edição 2018 do Comunicurtas UEPB acontecerá entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro, no Cine São José e na Central de Integração Acadêmica da UEPB, em Campina Grande. Na edição 2018, o festival conta com as mostras competitivas “Tropeiros da Borborema”, “Brasil”, “Estalo”, “A Ideia é….”, “Tropeiros de Telejornalismo”,“Som da Serra”, “Filmes do mundo” e “Longa Metragem”. Mais uma vez as mostras não competitivas integram o festival. São elas: “Filmes convidados” e “Feliz Idade”.

A grande novidade desta edição é a Mostra Especial Tropiqueers, que exibirá produções cinematográficas independentes ou de coletivos, com temáticas voltadas às questões de gênero, sexualidade, raça, etnia e origem geográfica, alinhando a produção artística com o fazer político.

Texto: Tatiana Brandão