PROCULT

PROCULT

Pró-Reitoria de Cultura

Museu de Arte Popular da Paraíba recebe clarinetista Glauber Silva para mais uma edição do Palco do Choro

24 de setembro de 2018

Na próxima sexta-feira (28), às 19h, o Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, prepara-se para receber mais um instrumentista local de talento no projeto Palco do Choro. Desta feita, o convidado será Glauber Silva. A entrada é franca.

Natural da Rainha da Borborema, Glauber adentrou no universo musical aos 21 anos, guiado pelo pai, o tenente José Freire, reconhecido clarinetista e saxofonista, componente da Banda de Música do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Campina Grande. Assim foi que, com o pai, sua inspiração primeira nesse âmbito, aprendeu Teoria Musical e Flauta Doce. Em seus anos iniciais dirigidos ao ofício, trabalhou em diversas bandas da região, tendo como ponto de partida o forró e o saxofone, junção essa que lhe valeu um melhor desenvolvimento de sua percepção musical.

Aprimorou mais suas aptidões quando se engajou voluntariamente, há oito anos, como monitor em projetos de caráter social que oferecem ensino gratuito de Música às crianças de origem humilde de Campina. Conforme destacou, Glauber participa das ações em companhia e sob a iniciativa de um grande amigo, o capitão Tarciso Francisco, que, assim como seu pai, integrou a Banda de Música do 2° BPM, fazendo as vezes de maestro e regente. Nesse mesmo período, ainda sob a influência do pai, passou a dedicar-se profundamente ao clarinete. Para Glauber, aliás, esse instrumento é hoje o que melhor exprime seu entusiasmo em relação à Música.

Há cinco anos, incentivado pelo capitão Tarciso, Glauber ingressou no Curso de Música da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Pouco tempo depois, precisou se desligar da atividade por razões pessoais e profissionais.

Foi o amor ao clarinete que trouxe a Glauber a afeição pelo Choro: para ele, o gênero supremo. Recentemente se descobriu apaixonado por outro instrumento de semelhante “naipe”, a flauta transversal e, desde então, vem buscando aperfeiçoar-se no que trata da teoria e da prática. Admirador de virtuoses, a exemplo de Paulo Moura e Altamiro Carrilho, Glauber tem como espelhos, no cenário musical da atualidade, o clarinetista Alexandre Ribeiro e o flautista Antônio Rocha.

O projeto Palco do Choro começou em agosto de 2016 graças a uma parceria de êxito efetivada pelo MAPP e o Grupo Chorata. No formato, típico das rodas de Choro, o Chorata faz as honras ao artista da noite e o convite é estendido a todos os músicos presentes.

Serviço
O quê: Palco do Choro, com Glauber Silva
Quando: Sexta-feira (28/09/18)
Hora: 19h
Onde: Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP), às margens do Açude Velho, em Campina Grande.
Entrada: Gratuita
Outras informações: (83) 3310-9738

 

Foto: Arquivo Pessoal