PROCULT

PROCULT

Pró-Reitoria de Cultura

Centro Artístico apresenta peça “Preto no Branco” como encerramento das atividades de teatro em 2018

17 de dezembro de 2018

Na próxima quinta-feira (20), às 19h, o Centro Artístico Cultural (CAC) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, promoverá a peça “Preto no Branco”. O evento se refere às atividades de culminância do CAC, que exibe anualmente nesse período, para toda a população, o resultado dos cursos realizados. A entrada será dois quilos de alimento não perecível.

Diz a sinopse de “Preto no Branco”: “A vida e toda a sua plenitude tem um ponto inicial e um ponto final, o nascimento e a morte são presenças constantes. Tudo o que sentimos e vivenciamos está no caminho entre um ponto e o outro, conexões, movimentos que se conectam… Será que somos feitos de finais ou de começos ou dos dois? Ou tudo tem que acabar pra começar de novo ou logo começar pra que outras coisas acabem? Quiçá o que importa, o que vale realmente seja o processo, o caminho dessa jornada, e as marcas simples ou complexas, boas ou ruins, que podemos deixar no universo, estarão ali e, ali, permanecerão mesmo depois que partirmos… Nada é tão apagado ou tão esquecido, mas também nada é tão aceso ou tão lembrado, e, às vezes, esquecemos desses pequenos detalhes e nos tornamos competidores, em uma corrida frenética por privilégios e recompensas, fruto dessa nossa sociedade que tenta fazer ‘a gente se acostumar’, deixando de lado o fato de que cada um tem seu tempo próprio e exclusivo de vida, cada ser é único e carrega luz e sombras”. De acordo com o professor do Curso de Teatro O Ator e o Ato Criador, Chico Oliveira, a peça terá 12 estudantes em cena.

Atualmente, o CAC dispõe de três turmas do referido curso, sendo uma do Curso Básico de Formação de Ator, uma do Núcleo de Pesquisa e Experimentação Teatral e uma do Núcleo de Manutenção de Espetáculos, informou Chico. Os alunos são oriundos dos mais variados bairros de Campina e também de cidades circunvizinhas. A faixa etária vai dos 18 aos 65 anos.

O docente explicou que a meta principal do espetáculo de conclusão é a vivência prática pelo aluno, contemplando a parte teórica aplicada ao conteúdo programático da atividade. “A apresentação é importante especialmente por proporcionar essa experiência da co-criação artística ao estudante, seja em particular e/ou na experiência grupal. Através dela, o aluno observa e sente seu poder de contato e comunicação com o público. Para nós, simboliza a materialização e o alcance dos objetivos gerais e específicos, propostos no Curso de Formação Básica, que tem como premissa a vivência de relações humanas sadias, mediante o exercício e o ofício da arte de ser ator”, endossou.

Chico detalhou que o Curso tem como fundamentos essenciais o aprendizado e a experimentação teórico-prática de algumas filosofias e métodos científicos, a partir dos conteúdos de estudiosos no assunto. Entre os principais figuram Stanislavski, Jerzy Grotowski, Eugênio Barba, Peter Brook, Augusto Boal, Antunes Filho, Yoshi Oida, Jonathan Fox e Ariane Mnouchkine. “O nosso diferencial é que, para a realização desta formação, estamos ancorados em princípios científicos basilares, indo do teatro épico ao contemporâneo, e também contamos com o apoio incondicional da UEPB através da Procult/CAC, nos dando condições materiais e humanas para tal”, asseverou.

“Preto no Branco” tem direção geral de Chico Oliveira e arte visual de Kilma Fernandes e Rayssa Almeida. Compõem o elenco Goreti Leitão, Rayssa Almeida, Francia Lima, Magnolia Maciel, Oscar Borges, Jefferson de Souto, Tábata Nunes, Jucelino Regis, Thiago Trajano, Jéssica Melo, Joh Albuquerque e Joeliton Sousa.

Lili Chaves, Dom Quixote e S@natorium

Recentemente, o Núcleo de Manutenção Teatral do CAC participou do Festival Atos de Teatro da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), apresentando a peça “O Glorioso Retorno de Lili Chaves”, uma comédia de costumes escrita por Hermano José. O espetáculo também foi exibido no Teatro Municipal Severino Cabral. Conforme Chico Oliveira, a encenação diz respeito ao trabalho realizado com a turma no ano passado.

Já em 2016 a peça trazida ao palco foi “Delírios Quixotescos”, que fazia um mergulho na obra máxima do escritor espanhol Miguel de Cervantes e seu Cavaleiro da Triste Figura, com fragmentos de um texto dramatúrgico, originalmente chamado de “Quixote #3”, escrito por Carlos Frederico Buonfiglio. A peça também integrou a Mostra de Teatro e Dança do Cariri, efetivada em Monteiro (PB), e o intercâmbio do Palco Giratório no Sesc Centro, ambos ocorridos este ano. Data de 2016, igualmente, o ato performático “S@natorium”, que aborda a loucura através de uma experiência interativa com os expectadores e que resultou das práticas do Núcleo de Pesquisa e Experimentação Teatral. “S@natorium” também esteve na Mostra de Teatro de Monteiro, no Sesc, na Central de Integração Acadêmica (CIA) da UEPB e em um evento da Associação dos Agrônomos, na Praça Clementino Procópio. “O Núcleo de Manutenção e o de Pesquisa agem justamente nesse sentido da perenidade das apresentações e do prosseguimento dos estudos. Nosso intento é, além de destacar o nome da UEPB nas mais diversas iniciativas envolvendo as artes cênicas, buscar sempre a excelência e o contínuo aprimoramento”, explicou.

Serviço
O quê: Espetáculo “Preto no Branco”, com Chico Oliveira e os alunos do Curso de Teatro O Ator e o Ato Criador
Quando: Quinta-feira (20/12/18)
Hora: 19h
Onde: Centro Artístico Cultural da UEPB, na Avenida Getúlio Vargas, n° 44 (prédio da antiga Faculdade de Administração), no Centro de Campina.
Entrada: 2Kg de alimento não perecível
Outras informações: (83) 3310-9719

Texto: Oziella Inocêncio
Fotos: Arquivo Pessoal