PROCULT

PROCULT

Pró-Reitoria de Cultura

Docente da UEPB e vencedor do prêmio Jabuti lançam livro e revista no Museu de Arte Popular da Paraíba

18 de dezembro de 2018

Na manhã do último sábado (15), o Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, recebeu o vencedor do Prêmio Jabuti, Mailson Furtado, e a professora do curso de Letras da UEPB que foi indicada ao Prêmio, Patrícia Rosas. Na oportunidade, Mailson lançou o livro que o consagrou, “À Cidade”, e a docente fez o lançamento da 3ª edição da Revista Tertúlia, oriunda do “Desengaveta meu texto”, projeto com o qual integrou o Jabuti.

A iniciativa contou com apresentações musicais do professor do Curso de Violão do Centro Artístico Cultural (CAC) da UEPB, Caio César, e da cantora Luana. A abertura do evento teve a presença do pró-reitor de Cultura da Instituição, José Cristóvão de Andrade, do poeta Kydelmir Dantas, da professora e uma das curadoras da área de Cordel do MAPP, Joseilda Diniz e do professor Hélder Pinheiro, entre outros.

Durante o bate-papo com o público, Mailson detalhou todo o processo de criação de “À Cidade”, ressaltando os obstáculos surgidos e as estratégias usadas por ele para solucioná-los. O escritor conseguiu o feito de, em 60 anos do Prêmio Jabuti, ser o primeiro autor independente a ser contemplado. E foram duas estatuetas: uma de melhor obra de poesia e outra pelo livro do ano. Mailson escreveu seu livro todo à mão, ilustrou a capa, editou, revisou e ainda, ele mesmo, vendeu 300 exemplares.

Com lirismo, saudosismo e esperança, Mailson homenageou na obra vencedora o lugar onde mora, Varjota, localizada no Sertão do Ceará, onde agora figura como “famoso”, mas pontuou que antes da premiação, quando não era conhecido, poucas pessoas acompanharam o lançamento de seus livros, o que gera toda uma frustração e até vontade de desistir em quem escreve.

Já a professora Patrícia Rosas discorreu acerca do projeto “Desengaveta meu texto”, responsável pela publicação da Revista Tertúlia. Patrícia foi finalista do Prêmio este ano, na categoria Formação de Novos Leitores, e falou um pouco sobre sua experiência, a questão do incentivo aos escritores e o estímulo à leitura, notadamente na Escola Municipal Tertuliano Maciel. Situada em Queimadas, a instituição é uma das bases principais da atividade, através de seus estudantes. No MAPP, foi lançada a 3ª edição da Revista, que é publicada pela Editora Leve.

A Tertúlia teve sua 1ª edição saída em agosto de 2017. Exitoso, o projeto foi reconhecido pelo Jabuti por meio de seu 2º exemplar, que tratava sobre bullying. Conforme a docente, a Revista dispõe de um corpo editorial bastante variado, composto por docentes e discentes da Tertuliano Maciel, professores da UEPB, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e do Instituto Federal de Alagoas (IFAL), entre outros.

Fotos: Wafa Sara Sima