Campus Avançado

Campus Avançado

Campus Avançado do Serrotão

Câmpus Avançado inicia aulas profissionalizantes para apenados das unidades do Serrotão

18 de outubro de 2013

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) deu mais um importante passo em seu projeto de ressocialização do sistema prisional paraibano e, na tarde desta quinta-feira (17), promoveu a aula inaugural do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que irá oferecer cursos profissionalizantes, com carga de 200 horas/aula, nas modalidades de Cabelereira e Garçom, para apenados do Presídio do Serrotão. Em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), serão atendidos 20 mulheres e 20 homens que, nos próximos três meses, terão a oportunidade de se inserir no processo de profissionalização.

As aulas para as mulheres acontecem nas segundas, terças, quintas e sextas-feiras, das 7h30 às 11h30, e das 13h30 às 17h30 para os homens. Elas serão ministradas no Câmpus Avançado e também darão direito de serem utilizados no sistema de remissão de pena. A cada 12 horas de estudo, os participantes terão um dia a menos em sua sentença. Além disso, os cursos ainda oferecem uma bolsa com o pagamento de R$ 2 para cada hora estudada, o que irá corresponder a um auxílio de R$ 400 ao final dos três meses de aula.

A professora Aparecida Carneiro, coordenadora do Câmpus Avançado, parabenizou todos os participantes pelo desejo de participar desses cursos e salientou que este é um momento que não seria possível realizar sem a parceria entre as instituições envolvidas. “Todos os participantes devem encarar como um novo momento nas suas vidas, porque nós acreditamos neles e temos a certeza que muita coisa boa vai acontecer, já que oferecer oportunidades é um dos propósitos da Universidade”, destacou.

Ressaltando a preocupação que o Governo do Estado tem tido em continuar investindo na ressocialização das pessoas privadas de liberdade, a gerente executiva do projeto de Ressocialização da Secretaria de Administração Penitenciária, Ziza Maia, chamou atenção dos participantes para que todos se dediquem ao máximo ao longo do curso. Segundo ela, estes são cursos de excelência na atividade profissionalizante e todos estão tendo a oportunidade de começar a se aperfeiçoar para o que posteriormente pode se transformar na atividade profissional de cada um.

Um dos professores que irá acompanhar as duas turmas, ministrando o conteúdo teórico para o curso de Garçom e atendimento ao cliente para o de Cabeleireira, Clodoaldo Carvalho, afirmou que estar presente em um projeto dessa natureza é muito gratificante pela oportunidade que cada um dos alunos está tendo para recomeçar sua vida. Já uma das apenadas que ganhou o direito de participar das aulas disse estar muito animada com a oportunidade de iniciar algo que até o momento não teve condições: se profissionalizar.

“Essa oportunidade é muito importante não só para mim, mas para todos nós, já que antes nós nunca pudemos participar de algo assim. Começar a estudar para se tornar uma profissional é a realização de um sonho. Quem sabe quando cada um de nós cumprir a pena possa recomeçar sua vida com uma profissão”, disse uma das mulheres que está participando do curso profissionalizante de Cabeleireira.